Alvinegros paulistas com quarta para esquecer

Corinthians e Santos jogaram nesta última quarta pela Sul-Americana e Libertadores respectivamente. Ambos com dificuldades para continuar vivos na competição. O Corinthians tendo que marcar um gol fora de casa para pelo menos levar a partida para as penalidades e o Santos com a vantagem do placar, mas contando com desfalques importantes.

Na Argentina o Corinthians foi mais um brasileiro a cair na pilha dos sul-americanos, isso em jogo onde eles não abusaram da catimba ou entradas mais duras, mas “murcharam” a bola, jogando com o regulamento embaixo do braço. A pressão pelo resultado e encarar um time sem vontade de jogar, fechado na defesa, mostrou novamente a falta de qualidade e principalmente a falta de opções para mudar o jogo (evidenciando o elenco com poucas opções). A situação ficou ainda pior no segundo tempo com a entrada de Rodriguinho, que não ficou nem dois minutos em campo e foi expulso corretamente. Carille ainda tentou “achar” um gol, mas apenas viu Jô também ser expulso e amargar a eliminação da competição.

Já em casa, numa Vila lotada, Levir optou por uma marcação forte, tentando repetir o que conseguiu frente o rival Corinthians, mas encarou um time que vem se destacando na Libertadores justamente por seu desempenho fora de casa e foi para cima do Santos, apostando na velocidade dos seus atacantes frente a defesa santista. A primeira etapa terminou equilibrada, mas com Vanderlei novamente fazendo a diferença em campo. Já o segundo tempo trouxe um time equatoriano ainda melhor em campo. Em falha da defesa, Vanderlei nada pode fazer a não ser ir buscar a bola dentro da sua meta. O time tentou criar depois de estar com a desvantagem do placar, mas também sofreu com a pilha dos seus jogadores. Bruno Henrique, que vem se destacando pela velocidade e dribles, sofreu em campo e foi expulso devidamente ao cuspir no adversário (que também foi expulso). Com 10 contra 9 (visto que o autor do gol equatoriano também foi expulso), O gol de empate não saiu e o time que sonhava ganhar a competição invicto amarga a eliminação na competição onde apostava suas fichas.

Agora para o Santos fica a esperança de melhorar a situação na tabela e quem sabe torcer por tropeços do atual líder para quem sabe lutar pelo título, mas sabendo que terá pela frente um desafio complicado, mas que pode ser facilitado caso o Corinthians perca neste domingo o clássico.

Já o Corinthians terá pela frente o clássico regional que pode servir como combustível para o time de estabilizar no campeonato, ainda mais agora focado apenas na competição nacional. Um empate já seria importante, mas uma derrota pode derrubar o lado psicológico do time e dependendo dos resultados, colocar o campeonato novamente em dúvida.

Durval melhor que Thiago Silva

durval x thiago silva

O torcedor tem poder !!! Mas como ??

Amigos venho através de mais um post agradecer pelo sucesso, através das redes sociais, da minha ultima série de posts escritos com o intuito de divulgar um ponto de vista, e também um pouco de história, a respeito dos mandos, desmandos e principalmente pela arbitrariedade ditatorial que se instalou na comissão de arbitragem da FERJ, que após a posse do atual mandatário, o Sr. Rubens Lopes, vem cada vez mais diminuindo a força de Vasco, Fluminense e Botafogo junto a Federação Carioca e de maneira cada vez mais arbitrária, vem beneficiando o Flamengo, sob meu ponto de vista por pressão de uma certa emissora de TV, Rede Globo, assim como era na década de 80, quem viveu e acompanhou o futebol naquela época certamente se lembra.

Na época me lembro que um diretor de futebol de um grande clube carioca se levantou contra os desmandos dessa emissora e esse se tornou uma verdadeira pedra no sapato dessa emissora e apesar de eu não ser fã desse certo diretor, eu acreditava que o mesmo era um mal necessário pois a oposição é sempre benéfica em qualquer situação, seja na política do estado, esportiva, pessoal, empresarial, enfim, se houver um lado apenas, a possibilidade de decisões arbitrarias em prol de um único grupo é muito grande e perigosa.

Atualmente temos um aprendiz desse diretor aqui em São Paulo, sim o Andrés Sanchez, só que esse, ao contrário do original, é filhote da Rede Globo, então é visível que já já teremos um Flamengo aqui em São Paulo, através do time que esse Sr. representa, inclusive essa posição ainda não aconteceu porque o São Paulo Futebol Clube é a resistência por aqui (muito bem fundamentada por sinal) e o Palmeiras tem muitos problemas políticos internos para resolver, antes de oferecer qualquer tipo de resistência nesse caso.

Voltando ao Rio de Janeiro e a FERJ, nos últimos dias o que se viu nas redes sociais foi uma movimentação e indignação contra a pífia, contestável e suspeita atuações dos árbitros da FERJ, principalmente contra o Sr. Wagner dos Santos Rosa, árbitro do último clássico entre Vasco e Flamengo, no último sábado.

Muitos movimentos de protestos virtuais e organização para protestos reais se estabeleceram nas principais redes sociais na internet, onde em diversas delas era visível que a população brasileira sabe que existem alguns adversários a serem combatidos e pelos comentários é visível que, finalmente acordaram para o fato de que a Rede Globo é o adverśario a ser combatido……..parece que finalmente o brasileiro está acordando e fazendo sua voz ser ouvida e mostrando quem manda.

Então quer dizer que o torcedor tem poder ?? O cidadão tem poder ?? Meu amigo, a internet está aí para provar que o poder de escolha, o poder de mudança chegou de fato, é real e pode ser realizado, basta ter atitude e se movimentar.

Vamos aos fatos !!!

Até ontem, tínhamos o Sr. Jorge Rabello, Presidente da Comissão de arbitragem da FERJ, esbravejando, deturpando, criando verdades segundo seu ponto de vista e já punindo os envolvidos na confusão do clássico no sábado, sem que os mesmos pudessem passar por um julgamento, diga-se de passagem feito por um tribunal cuja a decisão é sempre contestável, o STJD do Rio de Janeiro, haja vista as últimas decisões desse tribunal, mas isso é assunto para outro post.

Pois bem, após aquela fatídica atuação da arbitragem no ultimo sábado, defendida por Rabello, o árbitro da partida havia entregado a súmula onde 5 jogadores do Vasco estavam descritos como expulsos (V – cartão vermelho) e depois de 1 dia com redes sociais bombando sobre as decisões arbitrárias da Comissão de arbitragem da FERJ, o leão virou um gatinho mansinho.

Rabello esclarece que vascaínos não estão suspensos automaticamente.

Fonte:http://www.netvasco.com.br/n/108559/rabello-esclarece-que-vascainos-nao-estao-suspensos-automaticamente

_

Rubens Lopes dará garantias a Dinamite para escalar citados na súmula

Fonte:http://www.netvasco.com.br/n/108602/rubens-lopes-dara-garantias-a-dinamite-para-escalar-citados-na-sumula

Provas visuais da mudança de postura (Clique para ampliar) !!

Súmula antes dos protestos nas redes sociais e internet em geral.

Sumula da partida entre Vasco e Flamengo (antes da manipulação)

Depois que você se manifestou, exatamente um dia após a liberação da súmula original.

Sumula da partida entre Vasco e Flamengo (após a manipulação)

Pois bem meus amigos, só falta agora você começar a se manifestar contra aquela rede de TV que veícula 1 partida do seu time e 4 do Flamengo e 3 do Corinthians, por exemplo.

Até quando você vai comprar o campeonato Brasileiro do SporTV para ficar assistindo time dos outros ???

Já reclamou porque o FOX Sports não está pegando na sua grade de TV paga, para assistir a libertadores  ???

Você continua comprando Lance!’s e Extra’s da vida e dando dinheiro para a FláPress falar mau, diminuir seu clube e trabalhar para aumentar o número de torcedores do adversário ??

Não se esqueça, toda vez que você compra algo da FláPress, o dinheiro não vai para o seu clube e sim para patrocinar o adversário !!!!

Já pensou sobre isso ?? Se não, então está na hora de acabar com o verdadeiro adversário.

Em tempo

Enquanto a FERJ se curva ao clamor dos torcedores nas redes sociais e na internet em geral, a rede Globo começa a dar sinais de que não gostou das mudanças de súmula e já começou a tentar a vender a sua “verdade”, para proteger o investimento em seu clube patrocinado.

Gaciba diz que expulsões são válidas e vascaínos estariam suspensos

Fonte:http://www.netvasco.com.br/n/108583/gaciba-diz-que-expulsoes-sao-validas-e-vascainos-estariam-suspensos

_

Arnaldo Cezar Coelho, sobre súmula: ‘Estou envergonhado’

Fonte:http://netvasco.com.br/n/108606/arnaldo-cezar-coelho-sobre-sumula-estou-envergonhado

.

A FERJ já se curvou a você…..falta só mais um !!!

Gostaria de pedir aos amigos que nos prestigiam com a visita, que assinem o blog por Email (no lado direito do site), para que assim possam receber notificações sobre novos posts veículados no PlanetaGol – Futebol & CIA.

Obrigado pelos milhares de acessos e pela divulgação nas principais redes sociais. Vamos continuar.

[]’s
PopolonY2k

Essa é posição da comissão de arbitragem da FERJ

Bom, após 2 posts muito bem recebidos pelos internautas e um dos nossos maiores hits do ano, primeiro venho a agradecer aos amigos que visitaram o site e principalmente divulgaram o link nas principais redes sociais da internet. Obrigado !!!

É claro que vou continuar escrevendo sobre as atrocidades que estão acontecendo na arbitragem do futebol carioca, onde um único time do campeonato tem sido defendido e beneficiado, o Flamengo.

Nada contra o Flamengo nem contra os flamenguistas mas justiça é justiça e as regras do jogo devem ser iguais a todos e NÃO está acontecendo isso no futebol do Rio de Janeiro desde que o Sr. Rubens Lopes assumiu o comando da FERJ que de lá pra cá só beneficiou o clube rubro-negro.

Sem falar muito vamos aos fatos e como contra fatos não há argumentos…….

Jorge Rabello critica Fluminense e defende arbitragem.

Após o Fluminense ter reclamado de dois pênaltis não marcados durante o clássico  contra o Vasco, o presidente da Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Jorge Rabello, defendeu a categoria. Para ele, os maus resultados são de responsabilidade apenas do clube.

“Por que não explicam que o Fluminense não vem jogando nada? Por que com uma folha salarial de R$ 7 milhões empata com o Duque de Caxias? Por que o Fluminense é sempre dominado no segundo tempo? Isso não vale a pena para eles questionarem. O time não vem jogando nada desde o começo do campeonato, rezam para ter erro de arbitragem para ter o que falar”, indagou o dirigiente à Rádio Tamoio.

Para Rabello a atuação do árbitro Antônio Frederico Schneider durante a partida foi correta e sem erros. O dirigiente alfinetou mais ainda os jogadores do Fluminense

“A atuação dele foi boa. Ele não errou. O pênalti reclamado no primeiro tempo não existe discussão. O Fred se jogar na área virou rotina.  Agora, o lance do segundo tempo gera uma análise maior. Se o juiz não viu pênalti, deveria ter punido o Carlinhos com o cartão amarelo, por simulação”, afirmou.

Fonte : http://www.oreporter.com/Jorge+Rabello+critica+Fluminense+e+defende+arbitragem,7189798970.htm

_

Oswaldo responde Jorge Rabello e diz que arbitragem carioca está horrível.

Após Jorge Rabello, presidente da Comissão de Arbitragem da Ferj, criticar Oswaldo de Oliveira pelas reclamações aos árbitros e afirmar que o treinador deveria se preocupar com seu time, o comandante do Botafogo respondeu o dirigente.

“Não sei quem é esse senhor, mas ele deveria se preocupar com a arbitragem do futebol carioca que está horrível”, atacou Oswaldo, nesta terça-feira.

O treinador citou alguns erros contra sua equipe nos clássicos contra o Vasco e contra o Fluminense, no último domingo.

“Contra o Vasco, o Diego Souza deveria ter sido expulso e não foi. Contra o Fluminense, o Deco deveria ter sido expulso e não foi. Ele tem que cuidar da arbitragem. Do Botafogo, cuido eu”, finalizou.

A polêmica começou após Jorge Rabello afirmar que Oswaldo ficou o jogo inteiro contra o Fluminense reclamando com o quarto árbitro.

“Desde o início do jogo, o Oswaldo reclamava com o quarto árbitro sobre o número de faltas que o Fluminense fazia, mas ele não via os passes errados do time dele. É brincadeira esse cara”, afirmou o presidente da Comissão de Arbitragem, no último domingo.
Fonte:http://odia.ig.com.br/portal/ataque/botafogo/oswaldo-responde-jorge-rabello-e-diz-que-arbitragem-carioca-est%C3%A1-horr%C3%ADvel-1.427055

_

Rabello defende árbitro do clássico e diz que vascaínos serão citados

O presidente da Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Jorge Rabello, afirmou nesta segunda-feira que os cinco jogadores do Vasco que foram citados na súmula da partida entre o time cruz-maltino e Flamengo, no sábado, no Engenhão, não terão suspensão automática, por não terem sido expulsos. De acordo com Rabello, o árbitro Wagner dos Santos Rosa agiu corretamente ao relatar que não pôde expulsar os jogadores que acusa de tê-lo agredido e ofendido: Rodolfo, Eduardo Costa, Diego Souza, Fágner e Fellipe Bastos.

– Um jogador pode ser expulso antes, durante e depois de uma partida em duas situações, o árbitro mostrando o cartão vermelho ou o avisando que foi expulso. Mas o árbitro narra de forma perfeita que foi agredido por dois atletas do Vasco e ofendido por três atletas do Vasco, e que não pôde mostrar o cartão vermelho naquele momento ou avisá-los da expulsão, porque era humanamente impossível. Ele não pode expulsar ninguém do vestiário dele, e seria mentiroso se dissesse que tinha expulsado os jogadores, porque as imagens mostram que isso não ocorreu. Portanto, não haverá suspensão automática, porque não houve expulsão. Ele foi corretíssimo ao dizer a verdade – disse Rabello, em entrevista à “Rádio Tupi”.

No entanto, isso não significa que eles escaparão de punição, porque, confirmou Rabello, os jogadores citados na súmula serão indiciados pela Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva e depois julgados pelos fatos relatados por Wagner dos Santos Rosa.

Apesar de não estarem suspensos automaticamente pelo tumulto após a derrota para o Flamengo, por 2 a 1, Diego Souza e Fágner não poderão enfrentar o Nova Iguaçu, no próximo domingo, em Moça Bonita, porque haviam recebido o terceiro cartão amarelo durante a partida.

Fonte:http://netvasco.com.br/n/108559/rabello-esclarece-que-vascainos-nao-estao-suspensos-automaticamente

_

Rabello afasta juiz de jogo em que o Flamengo perdeu após supostos erros de arbitragem: ‘Ele foi muito mal’.

A atuação do árbitro Felipe Gomes da Silva na derrota do Flamengo por 2 a 1 para o Boavista, na última quarta-feira, não revoltou apenas os rubro-negros. O desempenho do juiz também deixou o diretor da Comissão de Arbitragem da Federação do Rio, Jorge Rabello, indignado. Além de não poupar palavras para criticá-lo, o dirigente decidiu afastá-lo por tempo indeterminado das partidas do Campeonato Carioca.

“A arbitragem de uma partida consiste em três variáveis, física, técnica e disciplinar. Em duas delas, ele foi muito mal. O nível está cada vez mais alto e não podemos admitir estes tipo de erros. Ele já está afastado por tempo indeterminado e passará por uma reciclagem para mostrar que pode voltar a atuar em jogos de grande porte. Semanalmente, ele terá que se apresentar na Federação para acompanhar vídeos e provar que está ciente das novas orientações”, determinou o dirigente.

Sem qualquer preocupação em minimizar os estragos de Felipe, o diretor de arbitragem fez questão de pontuar os erros protagonizados por Felipe Gomes da Silva. Segundo Jorge Rabello, os equívocos tiveram influência direta no resultado da partida realizada em Macaé.

“No lance do segundo gol do Boavista, ele errou duas vezes. Na primeira, já teria que ter marcado o pênalti sobre o Sheslon. E na segunda, tinha que ter visto o jogador desviando a trajetória da bola com a mão e atrapalhando o goleiro do Flamengo. Isso foi só na parte técnica. Na parte disciplinar, ele se equivocou ao não expulsar o Tony na disputa de bola que acabou tirando o Willians da partida. São erros que influenciam diretamente no resultado”, salientou Rabello, acrescentando.

“Mas gostaria de deixar bem claro que não estamos apenas avaliando estes lances. Ele não esteve bem durante toda a partida. Logo no primeiro lance, ele deixou de advertir um jogador do Boavista após um carrinho perigoso. Com isso, os jogadores interpretaram que ele seria benevolente com este tipo de jogada. Infelizmente, este erro acabou gerando outros”, lamentou o diretor da comissão de arbitragem.

Por fim, Jorge Rabello descartou escalar Felipe Gomes da Silva em jogos do Flamengo novamente e pediu um pouco mais de paciência com o árbitro por ele ainda ser jovem e ter muito potencial.

“Por uma questão de bom senso, o Felipe não apitará mais jogos do Flamengo tão cedo. Não posso expor o rapaz. É um árbitro novo, de muito potencial, e que as pessoas também poderiam ter um pouco mais de paciência. A crítica tem tanta paciência com novos jogadores, novos técnicos. Por que não poderia ser assim com os nossos juízes”, indagou Rabello.

Fonte:http://noticias.bol.uol.com.br/esporte/2012/03/01/diretor-de-arbitragem-afasta-juiz-de-jogo-do-fla-apos-erros-ele-foi-muito-mal.jhtm

.

Essa é a posição da comissão de arbitragem da FERJ (Flamengo Esporte Rio de Janeiro).

[]’s
PopolonY2k

Arnaldo Cézar Coelho não vê pênalti em Feltri: ‘Dobrou o joelho e se jogou’

Hoje estava passeando por sites esportivos pela internet e inevitávelmente me deparei com uma notícia de um site da FláPress, GloboEsporte.com, cujo funcionário da empresa tenta expor de maneira manipulatória, como não poderia ser diferente, sua opinião “técnica” sobre  o ocorrido ontem no clássico entre Flamengo e Vasco no Engenhão….sim estou falando do retrógrado Arnaldo Cézar Coelho.

O sujeito citado acima diz um monte de besteiras, da mesma forma como ele vomita impulsiva e compulsivamente em seus comentários mediocres e medianos ao vivo na FláPress, rede Globo de TV.

Abaixo alguns textos retirados de seus comentários no site da FláPress, Globoesporte.com.

– Na minha opinião, não foi pênalti. Não foi nada. Ele dobrou o joelho e se jogou, assim como fez no lance seguinte – analisou Arnaldo, que concordou com a penalidade assinalada de Fernando Prass sobre Léo Moura, no fim da partida.
(Arnaldo Cezar Coelho)

Ah Sr. Arnaldo Cézar Coelho, considerando que o Sr. foi um dos piores árbitros da história do futebol brasileiro, juntamente com José Roberto Wright e reconhecidos por, na década de 80, beneficiar o Flamengo sendo que estranhamente vocês dois tem hoje empregos na FláPress, Rede Globo, não fico surpreso com seus comentários.

Para refrescar a sua memória, talvez pênalti para o Sr. seja isso.


E esse aqui cometido pelo zagueiro do Flamengo em cima do atacante do Santos e que poderia ter dado o título ao time paulista de 1983 que o Sr. não deu.

Claro que vale lembrar que em 1981 o seu companheiro de FláPress, rede Globo, José Roberto Wright, deu uma pequena maõzinha para o Flamengo na libertadores daquele ano, em que o clube rubro-negro se tornaria campeão do torneio daquele ano, e a cara-de-pau foi tão grande por parte desse sujeito que ele o fez em pleno Mineirão, casa do adversário.


Jogos como esse se repetiram, com manipulações menos visiveis, durante a década de 80 inteira, quando José Roberto Wright apitava jogos do Flamengo pelo campeonato carioca, e olha que ele fazia o mesmo até quando o Flamengo jogava contra seu time, o Fluminense, mas chefe é chefe, o chefe manda e o funcionário obedece.

Pelos comentários de Arnaldo Cézar Coelho no site da FláPress.com, GloboEsporte.com, parece que é esse tipo de árbitragem que ele defende.

– O árbitro pode ter errado, mas é ele quem manda, os jogadores não tem nada que reclamar. Ele só não foi agredido porque o policiamento agiu. O juiz tem que colocar na súmula e os jogadores serem enquadrados, o Eduardo Costa e o Rodolfo. Nada justifica aquela atitude. É um absurdo. Isso acontece por causa da impunidade. Se pega oito jogos de suspensão, não faz mais isso.
(Arnaldo Cezar Coelho)

Pelo visto esse Sr. ainda pensa que está na década de 80 onde o governo ainda estava sob as barbas da ditadura e onde a FláPress, rede Globo, mandava e desmandava na mídia manipulando e mascarando as coisas. Alguém precisa falar para esse dinossauro que hoje existe a internet.

O pior de tudo é que esse sujeito, que é arrogante ao extremo, foi um dos piores árbitros que o Brasil já teve e ainda hoje se acha a voz da razão na TV.


Para fechar eu gostaria de mostrar um vídeo em que, em um jogo da Ponte Preta (a preferida dos “erros” desse Sr., talvez por lembrar outro time com faixa preta no uniforme) senão me engano, Arnaldo Cézar Coelho assinalou um gol onde a bola bateu no travessão e pingou por mais de um metro e meio fora do gol, bem parecido com o lance do Corinthinas x Raja Casablanca no mundial de 2000 (só que muito mais grosseiro) em que a bola não entrou e o árbitro marcou. Talvez tenha sido um lance invertido, a bola entrou por mais de 1 metro e meio e ele não marcou, mas eu sei que aconteceu e foi na década de 70.

Esse lance do Arnaldo Cézar Coelho eu fico devendo, mas fica o recado para quem achar, que possa entrar em contato que eu, com muita satisfação, coloco no blog.

[]’s
PopolonY2k

Minha visão conspiradora do clássico.

Amigos, assistindo ao clássico do campeonato carioca entre Vasco e Flamengo no ultimo sábado, pude perceber que diversos conceitos do passado não se aplicam mais nos dias atuais, principalmente quanto a palavra juiz, que outrora significava ordem e principalmente defesa imparcial da Justiça e que atualmente perdera o sentido.

Digo isso pois quem assistiu ao clássico citado anteriormente, pôde perceber uma pífia atuação, que vem se repetindo em TODOS os campeonatos ao redor do País, onde juizes ou árbitros de futebol, estão entrando em campo e cada vez mais alterando resultados e manipulando campeonatos. E meu amigo, antes que você fale que isso é parte de uma teoria conspiratória de minha cabeça, não se esqueça do ano de 2005 em que ocorreu o escândalo da máfia do apito, onde o Corinthians se sagrou campeão brasileiro após a anulação de diversas partidas, aliada às atuações contestáveis da arbitragem nas ultimas partidas daquele ano em favor do time paulista.

Bom, voltando aos dias atuais, ontem foi um jogo pífio de se assistir, não pelo futebol apresentado que era de bom nível, mas sim a começar pelo nível dos comentários do canal do Flamengo SporTV, onde em faltas claras em favor do Vasco, os locutores estranhamente ficavam quietos, sim meus amigos, 5 ou mais segundos de silêncio durante a narração, até parecia que era falha na transmissão mas para mim tinha cheiro de vergonha em comentar a favor da pífia arbitragem, pois por mais que os profissionais da FláPress SporTV tenham que cobrir um único time na partida, talvez pelo ponta do profissionalismo que ainda resta a alguns dos profissionais presentes na emissora, deve ter ficado um sentimento de compromisso com a verdade que há tempos não se faz presente nos comentários tendenciosos da emissora filiada à rede Globo de Televisão.


Pois bem, a partida estava bem jogada, de certa forma o Vasco estava bem melhor em campo, jogava tranquilo com um time misto entre titulares e reservas, Diego Souza jogou bem nos primeiros 20 minutos do segundo tempo e fazia a diferença, tanto que em menos de 10 minutos, do segundo tempo, o time cruzmaltino já chegava ao empate e com tendência de virada devido à forte pressão que exercia sobre os rubro-negros.

O Flamengo estava pressionado pois vinha de resultados pífios na Libertadores, onde a sua principal patrocinadora, a rede Globo, não manda e não consegue direcionar seus árbitros, e essa pressão transparecia nos jogadores flamenguistas tanto que a partir dos 10 minutos da etapa final, o décimo segundo jogador flamenguista precisou entrar em campo, com total amparo da grande mídia manipuladora, Rede Globo/SporTV. Estou falando de Wagner dos Santos Rosa, o árbitro da partida, que de maneira sutil começava a manipular o resutado em favor da equipe rubro-negra, dando faltas inexistentes próximo à meta cruzmaltina, invertendo faltas de ataque cruzmaltinos em favor dos rubro-negros, não assinalando 1 pênalti e uma falta na entrada da área rubro-negra e no fim veio o golpe de mestre, quando ninguém esperava mais nada, o árbitro marca um pênalti de Fernando Prass em Leonardo, talvez a única falta verdadeira marcada em favor dos rubro-negros, durante a partida inteira, mas até aí o psicológico do adversário já estava afetado e talvez fosse esse mesmo o objetivo.

No final Ronaldinho Gaucho bateu e deixou o Flamengo em vantagem e o árbitro terminou a partida menos de 30 segundos depois e já correu para o canto do gramado, onde 2 seguranças da FERJ e políciais militares estavam, estranhamente, o aguardando como se houvesse tudo planejado para sua saída segura.


Cheiro de manipulação no ar ??? …tudo se encaixa…..mídia manipuladora tentando transformar algo intragável em uma coisa comum, árbitro fortemente amparado pelas instituições mandatárias que estavam no local, apenas observando (FERJ, Policia Militar), sem contar os diversos “jornalistas” da FláPress espalhados pela Net, minutos depois, tentando fazer o árbitro parecer inocente em seus comentários via Twitter’ s e FaceBook’ s da vida, como se fôssemos todos burros e ignorantes. tsc, tsc, tsc.

E mais uma vez fica o cheiro de manipulação da arbitragem, onde as Federações reconhecidamente corruptas, juntamente com uma rede de televisão reconhecidamente manipuladora tentam impor suas vontades perante ao grande público consumidor……….. em outro País eu seria apenas mais um louco esquizofrênico, mas no Brasil certamente eu sou genial.

[]’s
PopolonY2k

Inacreditável !!!!! X.D


Leidson Campos

Contrato de aluguel ?!!

Acompanhando a briga entre Fred e o médico do Fluminense, em que culminou na sua demissão, me lembrei de um personagem do futebol brasileiro mais especificamente do Rio de Janeiro, ex-presidente de em um time rival bem conhecido do Fluminense que é o Vasco da Gama.

Me lembrei que nos ultimos anos do Eurico Miranda a frente do Vasco, o mesmo estabeleceu a invisível política do contrato de aluguel.

Contrato de aluguel nos casos de um jogador de futebol segue os mesmos moldes de um locatário de uma casa por exemplo.

O jogador tem um número de partidas X e recebe por esse número de partidas X, assim como é um contrato de locação de imóvel que vigora por um número X de meses.

Em alguns casos o jogador faz até um contrato de risco e produtividade, como explicou Madson em 2008 que reclamou do Vasco justamente isso, pois quando ele ia receber um aumento por partidas jogadas, a diretoria ia lá e deixava ele no banco por várias partidas e assim perdia o aumento.

Me lembro que nessa época os principais argumentos, ou desculpas, veículadas na mídia eram as contusões, algumas vezes ocorridas em treinos da mesma forma como acontecem hoje.

O próprio Vasco em 2003, repatriou Edmundo e é conhecido que Edmundo é uma jamanta pois tem a fama de nunca se machucar. Mas nessa passagem vivia no departamento médico cruzmaltino. O mesmo valendo para Alex Dias, Edilson, Jean, Leandro Amaral dentre outros medalhões que passaram por São Januário nesse intervalo de tempo.

A excessão era Romário, que em outras épocas vivia em departamentos médicos dos clubes que passou mas que dessa vez tinha a pretensão de chegar ao gol mil nos seus 39 anos de idade. O que um estimulo não faz ……

Voltando ao raciocínio, depois de acompanhar a briga entre Fred e o departamento médico do Flu, passei a acreditar cegamente que exista um contrato de aluguel vigorando aí entre o clube e o jogador pois nada explica tanto tempo parado, principalmente em um jogador como Fred, que pouco sofre nas partidas do Fluminense, pois se posiciona bem e “foge” bem da caça dos adversários.

Voltando ao Vasco, parece que a atual diretoria, comandada por Roberto Dinamite, decidiu abraçar essa herança maldita da era Eurico pois não acredito que um jogador jovem e forte como Carlos Alberto possa ficar 3 meses sem jogar, jogue uma partida, se contunda no treino, se recupere e deixe de jogar por causa de uma furunculose ?!?!!

O mesmo valendo para Felipe, que passou 4 anos no Qatar e nunca se machucou mas ao voltar para o Brasil, não sai do departamento médico do Vasco…..

De duas uma, ou os departamentos médicos dos clubes brasileiros são péssimos ou existe uma difusão desse modelo de contrato de aluguel para todos os grandes clubes do Brasil.

O que você acha ?

A dura caminhada cruzmaltina.

Assisti ao jogo do Vasco esse final de semana contra o Bahia e percebi o porque da jornada cruzmaltina não ser fácil.
Na verdade minha opinião começa sobre a série B desse ano ser o campeonato mais fraco dos últimos 10 anos, sendo que eu achava que a do ano passado tinha sido o campeonato mais fraco mas a verdade é que no ano passado o Corinthians aproveitou o baixo nível técnico da série B para organizar a casa e, sem turbulências subir com sobras, coisa que o Vasco não vem fazendo e nem dá mostras de que conseguirá.

Se analisarmos a performance do clube do Rio de Janeiro até que tem sido razoável, pois até aqui só perdeu 4 vezes mas a verdade é que foram 4 derrotas em momentos decisivos e essa última contra o fraquissimo Bahia deixou o time fora do G4 da série B, uma posição que o time cruzmaltino não tem conseguido manter estabilidade ao longo do ano.
Mas tudo isso é reflexo de diversos fatores, dentre eles podemos citar o peśsimo nível técnico, administrativo e de mercado que o futebol brasileiro não só se encontra mas que no decorrer dos anos o próprio mercado futebolístico brasileiro tem impulsionado os clubes nacionais para baixo.
Quanto ao Vasco, infelizmente cito que é um clube que tem vivido um momento dificil mas o departamento de marketing do clube tem trabalhado e no meu ponto de vista os únicos beneficiados são os diretores do clube e o próprio departamento de marketing pois o time em si é muito fraco e não inspira confiança, tanto que a própria torcida cruzmaltina já começou a desanimar e o clube já experimentou publicos pequenos em partidas em casa. Afinal paciencia tem limite.
Ainda falando de Vasco, a diretoria do clube fez pouco investimento para o campeonato brasileiro, pois tirando o campeonato carioca como base, já deveria saber o que o resto do País já viu, que o ataque do time precisa de investimentos fortes pois jogadores que perdem 3 a 4 gols cara a cara com o goleiro, como faz o tal do Elton toda a partida, não podem atuar em um clube com a grandeza do Vasco.
A defesa do time é a mais estável desde a era Mauro Galvão (1997-2000), exceto nesse jogo contra o Bahia que tomou 2 gols de zagueiro (do mesmo zagueiro diga-se de passagem) e o meio-campo é mediano mas não compromete muito pois desde o primeiro colocado até o último, os times são muito fracos e o setor defensivo desses times não se destaca, portanto o meio-campo do Vasco está no nível das defesas dos adversários.
Com essa defesa e o ataque do ano passado, por exemplo, o Vasco seria campeão brasileiro e melhor time da série A, mas quando um clube contrata um atacante, Aloísio Chulapa, que só poderá atuar 4 meses depois, sendo que o setor tem necessidades urgentes, podemos pensar o quão inexperientes são os comandantes do clube.
Sem contar os novos-velhos problemas de jogadores com contrato de aluguel, tipo Rodrigo Pimpão, Jeferson, Fernando e outros, pois o Vasco, através de Eurico Miranda, inaugurou a era dos jogadores que atuavam com número de partidas contratadas e com aumento de salário baseado em sua produtividade e que arrebentavam várias partidas e do dia para a noite iam para o banco de reservas, algumas vezes com a desculpa de que estavam contundidos, outras por casos não confirmados de indisciplina e outras sem desculpa alguma mas pelo que vejo, na era Roberto Dinamite nada mudou nesse sentido, pois Ramon mesmo jogando um futebol muito superior a muitos ali presentes está na Berlinda podendo ir ao banco, não é Dorival ?
E o dentista Rodrigo Pimpão ? Porque não joga ?
E Jeferson ? 3 meses machucado ? Pelo que me lembro quando foi para a reserva, ele estava em grande fase no time. O caso do Jeferson se agrava quando percebemos que não aproveitá-lo só atesta incompetência e/ou inexperiência dos dirigentes cruzmaltinos pois Jeferson foi pivô da perda de pontos do Vasco e da eliminação eventual do clube na Taça Guanabara.
E para não falar do Fernando, que está a 6 meses sem jogar devido a contusão. Que contusão é essa ? Por acaso caiu a perna do jogador ?
Que departamento médico é esse que tem casos de contusão se arrastando por mais de 3 meses ?

E para fechar com chave de ouro, um clube necessita de um bom ataque, pois o tal do Elton não jogaria no ABC (com todo respeito ao ABC) e contrata um atacante que só poderá atuar 4 meses depois, só pode ter algum problema de inexperiência administrativa.
Talvez seja o ano de aprendizado que o time atual de administradores necessitam para colocar a casa em ordem mas do jeito que o barco segue, talvez não saia desse mar tão cedo quanto muitos desejam.

Leidson Campos
PlanetaGol – Futebol & CIA.

Concurso leva jovens para treinar com o Bayern de Munique

Amigos, recebi esse email do pessoal de comunicação da Allianz Seguros informando sobre esse concurso que me pareceu bem legal, portanto segue abaixo para quem interessar.

CONCURSO LEVA JOVENS PARA TREINAR COM O BAYERN DE MUNIQUE

Allianz Seguros promove concurso cultural “Acampamento de Futebol”, no qual adolescentes brasileiros vão passar quatro dias em Munique para treinar com a equipe técnica do Bayern.

Inscrições abertas de 2 a 31 de julho.

Quatro jovens de 14 a 16 anos terão a oportunidade de ficar frente a frente com alguns dos melhores jogadores do mundo, passar quatro dias hospedados no Centro de Treinamento do Bayern de Munique, ser treinados pelos técnicos do time e assistir a um jogo do campeonato alemão no Allianz Arena. A Allianz Seguros, em uma iniciativa inédita, está realizando o concurso cultural “Acampamento de Futebol”, que levará meninas e meninos à Alemanha.

Quem quiser bater essa bola só precisa ser criativo e completamente apaixonado ou apaixonada por futebol. Para se inscrever, o concorrente deve, de 2 a 31 de julho, acessar o site do concurso (www.acampamentodefutebol.com.br) e enviar uma frase que responda à pergunta “Por que você deve ser escolhido?”, acompanhada de uma fotografia em que o candidato apareça ilustrando o seu amor irrevogável pelo futebol. Portanto, não precisa ser um craque para competir, apenas ser fissurado pelo esporte.

Durante a programação, os vencedores irão treinar com jovens de outros países sob a orientação da comissão técnica do Bayern e fazer um tour por um dos estádios mais modernos do mundo, o Allianz Arena, incluindo os vestiários, camarotes e túnel de acesso ao estádio. A garotada também irá assistir a uma partida do time, conhecer os jogadores, entre eles o italiano Luca Toni e o brasileiro Breno, tirar fotos, pedir autógrafos e perguntar tudo o que sempre quiseram saber sobre a vida de um atleta profissional.

Para mais informações, os interessados devem acessar o site do concurso e ler o regulamento com atenção. Os vencedores estarão acompanhados o tempo todo por um guia contratado pela Allianz Seguros. O Concurso inclui ainda um city tour para que os jovens conheçam os principais pontos turísticos de Munique.

Perfil

Allianz Seguros

No país há 105 anos, a Allianz Seguros está presente em todo o território nacional por meio de suas 60 filiais, 1400 funcionários e com o apoio de 14 mil corretores, os responsáveis pela comercialização de seus produtos e serviços para pessoas e empresas. A Allianz Seguros atua no Brasil em ramos elementares e saúde empresarial.

A Allianz Seguros é uma empresa do Grupo Allianz SE, um dos líderes mundiais em seguros e o maior da Europa. Nos segmentos de Property & Casualty, a Allianz SE é lider global.

O grupo possui 180 mil funcionários que atendem cerca de 80 milhões de clientes em mais de 70 países. Além de oferecer produtos e serviços, a Allianz também se destaca na área de pesquisa de grandes riscos, estudos de sustentabilidade e nos investimentos em fontes renováveis de energia.

A Allianz SE é membro da Transparência Internacional e apóia os princípios do Pacto Global das Nações Unidas e as Diretrizes da OCDE para Multinacionais por meio de seu Código de Conduta. A organização é uma das líderes do setor de seguros no índice Dow Jones de Sustentabilidade, listado no FTSE4GOOD e no Carbon Disclosure Leadership Index (Carbon Disclosure Project, CDP6).

Mais Informações

Communica Brasil

(11) 3868-0300

Lucila Lopes

lucila@communibrasil.com.br

Joseph Dana

joseph@communicabrasil.com.br

Kanucha B. da Mata

kanucha@communicabrasil.com.br

Amanda Gelumbauskas

amanda@communicabrasil.com.br

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: