Barça x PSG – Mais que um jogo, uma lição para a vida

O futebol é apaixonante para quem se deixa envolver pela magia. E ontem tivemos mais uma página sensacional escrita, em uma das viradas épicas que será carregada com orgulho pelos torcedores do Barcelona e será motivo de vergonha para os torcedores do PSG.

Um confronto que parecia decidido depois de uma aula francesa em casa virou uma prova de superação catalã de um time que hoje tem o “defeito” de depender do seu trio de ataque. Se na França o trio MSN teve um desempenho pífio, na Espanha o jogo mudou. E é um confronto que faz com que Neymar caia de vez nas graças dos fanáticos e exigentes torcedores do Bara. O brasileiro já tinha sido elogiado no fiasco do primeiro jogo e ontem fez o seu melhor jogo (nas próprias palavras do jogador).

Com uma desvantagem tão grande tudo dependia de um gol marcado rapidamente. Gol que apareceu no plural, graças a um Barcelona com vontade de vencer e acreditando na virada frente um PSG abdicando do jogo, achando que o duelo já estava decidido. O 2 x 0 no primeiro tempo deixou claro que nada estava decidido. Tal fato motivou uma mudança de postura francesa, que voltou querendo jogar e em busca de um gol que poderia ter decidido o jogo. O gol veio , mas a moral espanhola estava lá em cima. Fizeram três gols no primeiro tempo, por que não repetir a dose?

E entra todo o mérito de Neymar que na segunda etapa colocou a bola embaixo do braço e assumiu o protagonismo do jogo, fato que fica nítido depois do terceiro gol, onde Messi deixou que o brasileiro cuidasse das cobranças de bola parada. A classificação veio muito na base da superação do que na base da técnica. É verdade que o juiz teve sua contribuição com duas penalidades no mínimo discutíveis, mas isso não tira o peso do vexame do PSG, que levou uma goleada histórica. Mesmo sem as penalidades, o placar seria de 4 x 1 e a classificação teria sido conquistada na bacia das almas.

Não é a toa que a pressão em cima dos jogadores franceses será forte daqui para frente. Um time que na França consegue destaque, mas que quando encara competições europeias é obrigado a conviver com decepções e eliminações constantes.

Como lição, nunca desista, mesmo quando tudo parece perdido. E tome muito cuidado com a soberba, com contar com a vitória antes dela ser consumada.

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: