Ponte apronta e será a intrusa entre os grandes nas semifinais do Paulistão

Palmeiras e São Paulo garantiram sua classificação para a fase semifinal do campeonato paulista sem grandes sustos, enquanto que o Corinthians novamente apresentou problemas ofensivos, mas garantiu sua vaga ao conseguir mais uma vitória por 1 x 0 em casa.

Restava o Santos, no duelo mais complicado de todos, visto que a Ponte Preta possui um time qualificado e fez uma boa campanha na primeira fase. A vitória no primeiro jogo obrigava o time da Vila Belmiro a buscar a vitória por pelo menos um gol para levar a decisão para as penalidades. O golaço marcado por David Braz antes dos 20 minutos deixava o caminho para uma classificação tranquila aberto.

O maior volume de jogo do time alvinegro deixava a impressão que o segundo gol seria questão de tempo. A Ponte Preta com uma postura fechada, claramente abdicando do jogo, mesmo com o resultado adverso contrastava com um Santos em alta velocidade, principalmente com uma ótima atuação de Bruno Henrique.

Mas apesar do volume de jogo, na prática a Ponte não sofreu grandes sustos, salvo por uma bola na trave no segundo tempo, enquanto que do outro lado Vanderlei foi mero expectador. Tática arriscada por parte do time campineiro, que no segundo tempo trancou-se ainda mais na marcação, principalmente por encarar um dos times com melhor potencial ofensivo no Brasil. Mas a tática deu certo, com a partida sendo decidida nas penalidades a favor da Ponte Preta, com David Braz perdendo sua cobrança e deixando o Santos fora de uma fase semifinal do Paulistão (algo que não acontecia desde 2004).

Motivo para crise? Com certeza não. Por mais que Dorival possa ter pecado na substituições (poderia ter ousado já que a Ponte não atacava), o foco do Santos precisa ser na Libertadores e demais competições. Batemos tanto na tecla que os estaduais perdem sua força a cada ano, porque dar um peso desnecessário, principalmente pelo histórico recente do Santos nesta competição?

Do lado vencedor, óbvio que a conquista precisa ser valorizada. Para a Ponte é um feito chegar na semifinal do estadual e seria algo histórico conquistar o título, por mais que o caminho seja complicado. Encarar o forte time do Palmeiras e depois ter que encarar mais um do trio de ferro (Corinthians ou São Paulo).

Mas isso é papo para a próxima coluna.

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: