Palmeiras sofre, mas garante sua vaga nas penalidades. Agora espera o rival na final

Mantendo o padrão nessa fase decisiva, o Palmeiras mais uma vez foi responsável por uma boa partida, dessa vez no Pacaembu, no jogo que garantiu a vaga para a final do campeonato paulista de 2018. Jair optou por uma escalação diferente, por conta da ausência de meias no elenco e abriu o placar logo as 13 minutos, com Sasha, em lance onde novamente a defesa alviverde voltou a bater cabeça. Mas o ataque novamente fez sua parte e logo em seguida (aos 16 minutos) Bruno Henrique empatou a partida.

Com o gol, o time de Roger melhorou e começou a criar chances até de virar o placar, mas aos 39 sofreu o segundo gol, com o jovem Rodrygo. O placar de 2 x 1 deixou o jogo aberto e os dois times pareciam interessados em resolver a partida no tempo normal, mas tiveram problemas no setor de criação e a segunda etapa, apesar de corrida, foi de raras chances de gol. Vanderlei e Jailson praticamente não trabalharam no segundo tempo e as substituições não surtiram efeito desejado.

Decisão nas penalidades, causando preocupação para uma torcida palmeirense que compareceu em bom número (mais de 34 mil pagantes). Uma vaga que parecia tranquila ganhou emoção inesperada. Boas cobranças de ambos os lados, até que Jailson apareceu bem e defendeu a cobrança do jovem Diogo Vitor e
garantiu o primeiro finalista da competição paulista. A vitória no tempo normal diminui o peso da eliminação santista e alivia o impacto para Jair Ventura. Mas fica evidente que para o restante da temporada, o Santos precisará de reforços (pelo menos mais um meia titular e um atacante que possa chegar para disputar posição).

Já para o classificado Palmeiras, fica ainda mais evidente que do meio para frente o time merece ser respeitado. Mesmo com desfalques, ofereceu perigo nos dois jogos da semifinal e conquistou a vaga de forma merecida. O ponto de atenção continua sendo no setor defensivo, que quase colocou tudo a perder ontem. Como citei em outros posts, a defesa falhou nos jogos onde foi mais exigida. Roger provavelmente deve ter pedido por um zagueiro que chegue para ser titular para o restante da temporada, para não arriscar outro ano sem que o alviverde ganhe títulos.

Agora, o torcedor palmeirense aguarda de camarote a decisão na Arena Corinthians, para saber seu rival na final deste ano (com o primeiro jogo já marcado para o próximo sábado).

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: