Palmeiras vence e conquista importante vantagem na final do campeonato Paulista

Um jogo entre Corinthians e Palmeiras dificilmente será tranquilo. Valendo título então, a situação fica ainda pior. Taticamente nenhuma mudança no que os dois times estão apresentando no campeonato. Era nítida a diferença física entre os dois times. Um Palmeiras mais inteiro, contra um Corinthians desgastado pela semifinal contra o São Paulo e com jogadores fisicamente abaixo das melhores condições.

Tecnicamente, um jogo com poucas emoções. Os goleiros trabalharam pouco, os ataques quase não criaram nada. Os jogadores responsáveis pela criação em uma tarde muito abaixo do esperado (Lucas Lima, Dudu, Rodriguinho e Vital). Do lado alviverde é necessário citar que o time abdicou de atacar depois de ter conseguido a vantagem logo no início do jogo (em falha da defesa do Corinthians e finalização de Borja). Importante citar que o colombiano nesta temporada está

Já uma das apostas de Carille novamente não deu resultado. Sheik como titular não oferece perigo a defesa rival. Salvo um chute no primeiro tempo, o veterano voltou a atrapalhar a construção das jogadas ofensivas. Mas a conta não fica só com o atacante. A quantidade de passes errados influenciou o desempenho do Corinthians, que pouco fez para criar lances reais de perigo, algo que já tinha acontecido pelas semifinais contra o time do São Paulo.

E claro, precisamos citar que o clima tenso gerou a confusão no fim do primeiro tempo, que culminou nas expulsões de Clayson e Felipe Melo, com prejuízo maior para o Corinthians , que perdeu força ofensiva e terá desfalque importante para o jogo de volta.

O Palmeiras conquistou uma vantagem importante para o jogo de volta e com um empate conquista o título paulista. Roger sabe que se o time mantiver a qualidade ofensiva pode controlar o jogo e garantir o título até com certa tranquilidade. Mas o placar magro faz com que a decisão ainda esteja em aberto, principalmente ao lembrar como o time alviverde sofreu contra o Santos, com a conquista da vaga só nas penalidades.

Carille irá aproveitar a semana livre sem jogos para entrar com um time descansado, mas com a dúvida sobre como melhorar a qualidade ofensiva do seu time, em uma partida onde precisará da vitória, pelo menos pelo placar mínimo, para levar a decisão a decisão para as penalidades.

Promessa de outro jogo tenso no Allianz no próximo domingo, onde o juiz deverá ter grandes problemas para manter o controle do jogo.

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: