Balanço do ano – Atlético-MG e Cruzeiro

Continuando o balanço, vamos para Minas Gerais, onde os rivais tiveram anos opostos, com o lado azul sorrindo e o lado alvinegro bem apreensivo.

Mano Menezes é um dos poucos técnicos que sobreviveram a guilhotina que impera no cenário nacional, graças principalmente à conquista da Copa do Brasil. O estadual mineiro (como quase todos os estaduais) possui pouca relevância no quis diz respeito a uma temporada inteira, mas ajudou a aliviar a pressão em cima do técnico. Com peças qualificadas, esperava-se um futebol melhor do time, que sofreu mais do que necessário para sagrar-se campeão da Copa do Brasil nos duelos contra Santos e Palmeiras, decepcionou na Libertadores e ficou longe dos ponteiros no campeonato nacional.

O Atlético-MG por outro lado, foi um dos grandes que mais deixou seus torcedores frustrados ao longo do ano. Alto investimento, mudanças de técnico e campanha apenas regular no campeonato brasileiro foram pouco para um time que tinha condições, pelo menos no papel, de estar disputando as primeiras posições do campeonato Brasileiro. Pesa muito o sucesso do seu rival regional e terá a incômoda situação de disputar a pré-Libertadores em 2019, sendo obrigado a adiantar seu planejamento para a temporada.

Vejo o Atlético-MG precisando de sorte para acertar na mudança / renovação do elenco para o ano que vem. Possui boas peças, mas que ainda não deram liga e que custam caro aos cofres do clube. Dirigentes terão muito trabalho.

O Cruzeiro também possui uma folha salarial alta, mas o título da Copa do Brasil foi vital para manter as finanças ao menos sob controle. As opções no elenco devem fazer com que alguns jogadores do elenco atual sejam negociados, para aliviar as despesas. Os maiores baques hoje seriam em caso de saídas de Dedé (algo que não acredito nesta próxima janela) e Arrascaeta (esse com mais chances devido à grande temporada). As saídas cogitadas de Thiago Neves, Sassá e Sóbis não iriam prejudicar o time (a saída do primeiro pode inclusive dar fôlego para manter o uruguaio no elenco).

Vejo o Galo lutando para se recuperar no ano que vem, mas não entre os favoritos, ao passo que a Raposa começará 2019 novamente como favorita a títulos.

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: