Seleção de Dunga sofre, mas mantém o aproveitamento de 100% sob seu comando

Depois de uma boa vitória contra a França, era esperado um bom futebol contra o Chile hoje em Londres, mas o que se viu foi um jogo feio, truncado, com muitas faltas e entradas duras, sem a mínima cara de amistoso e com um Chile melhor no segundo tempo.

O primeiro tempo foi sofrível, com os goleiros apenas participando do jogo em bolas recuadas. O segundo tempo teve uma melhora, é verdade, mas por parte do Chile. Alexis Sánchez foi o principal nome chileno, causando problemas para a defesa brasileira.

Já o Brasil conseguiu piorar sua atuação na segunda etapa, com vários erros de passe e com erros bobos no setor defensivo com uma pequena melhora com as mudanças de Dunga.

Danilo conseguiu criar dois lances de perigo, sendo que no primeiro Firmino mostrou se destaca no futebol alemão, marcando um belo gol. Já no segundo lance o atacante foi fominha e preferiu finalizar a tocar a bola para Neymar.

Neste jogo alguns jogadores testados decepcionaram.

Marcelo pareceu uma cópia pirada do jogador do Real Madrid. Mas a seu favor está a escassez de concorrentes na posição.

Souza me surpreendeu negativamente. Gosto do volante do São Paulo, mas acho que ele foi burocrático em campo e terá que melhorar muito para merecer outra chance.

Douglas Costa e Luiz Adriano também decepcionaram e vão ter problemas para voltara

Em compensação, Jefferson me surpreendeu e mostra que merece seu lugar como titular. Danilo e Miranda também corresponderam.

Coutinho foi uma grata surpresa. Buscou o jogo, tentou jogadas, mas sentiu falta de parceiros para jogar. Merece outras chances e Firmino garantiu seu lugar na Copa América.

Por fim, Neymar é o diferencial deste time, mas não pode ser o capitão. Lida com a pressão de ser o craque e ter a “obrigação” de resolver sempre e hoje caiu na pilha dos chilenos e não foi sombra do jogador do último amistoso.

Fernando Diniz merece tempo para trabalhar

O estilo considerado de certa forma irresponsável do time do Audax já gerou muitas críticas por parte principalmente da imprensa especializada.

Ano passado o time sofreu com alguns resultados ruins, principalmente goleadas frente os times grandes e em 2015 já tivemos alguns resultados ruins do time comandando por Fernando Diniz e os questionamentos novamente presentes.

Mas o que é importante citar é que mesmo com esta tática maluca, o técnico continua desde o ano passado no clube, rejeitando propostas de outros clubes. A direção do clube também optou por manter o técnico, mesmo com um desempenho que poderia ser considerado abaixo do esperado.

Só que ao analisar os resultados nesta temporada, constatamos apenas 3 derrotas para os times grandes, de forma que o clube possui chances de avançar para a fase semifinal do Paulistão.

Acredito que seja necessário dar tempo e liberdade para que ele continue com esta filosofia e torço para que em próximas temporadas ele possa contar com jogadores de maior qualidade técnica, algo que sinto que falta atualmente para que ele possa fazer o time de Osasco sonhar mais alto.

Justamente para valorizar um técnico que tenta fugir do “mais do mesmo” no cenário de mesmice que impera no futebol brasileiro

Quartas de final da Champions com dois confrontos eletrizantes

Nesta manhã foram tivemos o sorteio das quartas de final da Coa dos Campeões.

Neste ponto do torneio é difícil falar em duelo fácil, mas é inegável que Bayern e Juventus devem ter sorrido. Dentre os times que ainda estão vivos no torneio, encarar respectivamente Porto e Monaco fazem com que o time alemão e o italiano já possam pensar nas semifinais da competição.

Já nos outros dois duelos devemos ter quatro partidas sensacionais. O PSG conseguiu uma classificação sensacional. mas encara o Barcelona que deu show contra o Manchester City, principalmente na partida de volta, onde Messi só não fez chover. A defesa espanhola tem pontos falhos, mas o setor ofensivo do time está jogando o fino da bola e por isso o Barcelona deve passar.

Por fim, temos o duelo de Madrid, teremos a repetição do duelo do ano passado, com Real e Atlético. O time de CR7 chega às quartas depois de sofrer para passar pelo Schalke 04 e com problemas na liga espanhola (que podem aumentar o diminuir neste fim de semana, dependendo do resultado no clássico contra o Barça), enquanto o time de Simeone mostra evolução, mas não lembra o bom time do ano passado, boa parte disso por conta da mudança do elenco. Real Madrid deve passar neste duelo.

confrontos-liga-dos-campeoes-1426850322491_615x300

Rodada ótima para os times brasileiros na Libertadores

Com exceção do Cruzeiro (que joga nesta quinta-feira), os demais brasileiros conseguiram ótimos resultados neste meio de semana pela Copa Libertadores.

Na terça, em uma partida apenas regular (um primeiro tempo fraco e melhora no segundo tempo) o Corinthians manteve sua série invicta na temporada e caminha a passos largos para garantir sua classificação na fase de grupos na liderança do grupo da morte.

Grupo este que conta com o São Paulo que muito pressionado conseguiu importantíssima vitória frente o San Lorenzo em jogo tenso, onde o time apresentou melhoras baseadas nos outros jogos desta temporada. A vitória acalma a pressão no Morumbi e agora o time respira aliviado na Libertadores.

Outro time pressionado era o Atlético-MG que enfrentou o Independente Santa Fé fora de casa e conseguiu seus três primeiros pontos na competição. Uma derrota deixaria o Galo em situação extremamente complicada. A situação não é tranquila, mas agora o time também está vivo na competição.

Por fim tivemos o Internacional visitando o Emelec e conseguindo o empate fora de casa. Apesar de estar com um homem a mais, o empate deve ser considerado um bom resultado, principalmente ao pensar que o time gaúcho começou a competição tropeçando.

Clubes brasileiros que começaram a competição pressionados agora já se encontram em outro cenário neste final de turno na fase de classificações, com grandes chances de passarem para às oitavas de final.

Deuses do futebol puderam sorrir nesta quarta-feira

Esta última quarta-feira brindou os amantes do futebol em grande estilo.

No começo da tarde um festival de gols (7 x 0) pelo Bayern de Pep Guardiola frente o Shaktar Donetsk e classificação incontestável do futuro campeão alemão e time a ser temido mundialmente falando, com vocação e apetite pelo gol. Prova disso são as diversas goleadas nesta temporada.

No mesmo horário, um jogo mais pegado, com o Chelsea claramente mantendo uma postura defensiva, jogando pelo resultado (mesmo com um jogador a mais desde os 30 minutos do primeiro tempo) e sendo superado pelo PSG, que na base da superação conquistou a vaga merecidamente, já que no segundo tempo o time foi para cima e criou lances ofensivos e merecia ter se classificado inclusive no tempo regulamentar.

No começo da noite a boa atuação do Boca Juniors, com goleada por 5 x 0 pela Libertadores, em resultado que empolga os torcedores argentinos.

E finalmente elogios ao clássico entre Santos x Palmeiras, com falhas defensivas dos dois lados, mas com o setor ofensivo dos dois clubes rendendo, principalmente o santista, com ótima atuação de Robinho e um jogo gostoso de assistir.

Quarta-feira com futebol de qualidade. Quem dera sempre fosse assim.

Paulistão definha por conta dos dirigentes

Os estaduais tinham um charme anos atrás. O Paulistão ainda mais, já que os times pequenos aprontavam, surpresas eram recorrentes.

Ano após ano isto vem sendo mais raro e em 2015 com uma pré-temporada decente os clubes grandes não estão dando margem para zebras. Até o momento não é possível citar nenhum time do interior que possa surpreender positivamente, ao contrário do ano passado por exemplo.

E para “ajudar” o regulamento limita as inscrições em 28 jogadores. Só com time titular, reserva e um terceiro goleiro já são 23 jogadores. Sobram 5 vagas apenas.

Reclamamos que os clubes não revelam jogadores, mas nesta fase de classificação seria possível testar jovens promessas da Copa SP de juniores, podendo citar Botafogo de Ribeirão Preto (vice-campeão), São Paulo , Palmeiras e o campeão Corinthians.

A culpa, óbvio, é dos dirigentes. Quando você assina um contrato você tem ciência de tudo que consta nele. Logo esta cláusula deveria ter sido discutida antes do campeonato começar.

E por conta disso, você pode ter jogadores importantes lesionados.

O caso do Corinthians exemplifica isso.

Um começo de temporada desgastante, com jogos decisivos e partidas com jogadores expulsos que pode custar um alto preço na frente com Tite tendo que promover rodízio de jogadores mesmo em clássicos para não “estourar” seu time ainda no primeiro semestre.

E depois ainda querem que valorizemos os estaduais.

Durval melhor que Thiago Silva

durval x thiago silva

Corinthians vence e mantém ótimo retrospecto frente o São Paulo.

O São Paulo entrou em campo longe com uma marcação forte, pressionando o Corinthians (longe da apatia que apresentou na Libertadores), mas o Alvinegro mantendo o esquema de jogo em velocidade abriu o placar aos 10 minutos em boa jogada de Guerrero que cruzou e contou com Danilo (novamente ele) finalizando e abrindo o placar no Morumbi.

Depois do gol, o Tricolor continuou pressionando, mas insistindo em jogadas pelo meio, parando na ótima marcação do Corinthians, ao passo que o time visitante mostrava movimentação intensa dos jogadores no ataque (Elias, Fágner, Danilo e Sheik).

Ceni foi obrigado a trabalhar em boa finalização de Elias e depois abafar lance de perigo, ao passo que Cássio trabalhou apenas em uma boa trama do São Paulo em finalização de Centurión (melhor do São Paulo no primeiro tempo).

Posse de bola sem produtividade é apenas estatística, prova disso é que o Tricolor terminou a primeira etapa com 65% de posse de bola, mas esteve mais perto de sofrer o segundo gol do que empatar o jogo.

No segundo tempo penalidade a favor do São Paulo, onde o árbitro interpretou bloqueio com mão de GIl, mas na cobrança Cássio praticou grande defesa.

Tite mexeu no time, sacando Danilo para remontar a defesa com a entrada de Edu Dracena.

O jogo que já era pegado no primeiro tempo ficou ainda mais no segundo, principalmente com os jogadores do São Paulo visivelmente nervosos.

Muricy tentou abrir a defesa do Corinthians, colocando Kardec e Cafu ao passo que o Corinthians fechou-se na defesa com todos os jogadores de linha atrás do meio de campo, mas com exceção de uma finalização perigosa de Denílson (com ótima defesa de Cássio), o time não ameaçou, abusando de cruzamentos na área, anulados por mais uma ótima atuação do sistema defensivo do Corinthians.

Centurión é um jogador que chamou o jogo e teve uma ótima atuação e merece ser acompanhado. Do lado do Corinthians além de Cássio elogios a atuação de Felipe, que merece a titularidade.

Já os meias deixaram a desejar. Atuações fracas de Jádson e Ganso, omissos em campo.

Outro ponto a criticar são os laterais do São Paulo. Bruno e Reinaldo (sacado no segundo tempo) não convencem e preocupam os são paulinos.

Corinthians mantém uma sequencia invicta na temporada e continua com ótimo retrospecto recente frente seu rival.

Boa convocação de Dunga para amistosos importantes

Hoje pela manhã o técnico Dunga convocou a seleção Brasileira para os jogos contra as seleções da França e do Chile.

DIego Alves (Valencia) é um nome que me agrada. Jefferson continua na convocação por ser homem de confiança de Dunga e discordo da convocação de Marcelo Grohe (Grêmio).

Nas laterais os nomes de Fabinho (Monaco) e Danilo (Porto) me agradam. Não convocaria Filipe Luís (Chelsea) e Marcelo (Real Madrid) vem fazendo por merecer uma nova chance pela temporada que vem fazendo pelo clube europeu.

A zaga é um setor onde os nomes me agradam e me inspiram confiança. Miranda (Atlético Madrid) apresenta um bom futebol há algumas temporadas e a zaga “francesa” do PSG permite boas opções (David Luiz, Marquinhos e Thiago Silva);

O meio de campo premia a boa fase de jogadores que estão fazendo a diferença por seus times.Philippe Coutinho (Liverpool) e Elias (Corinthians) estão em ótima fase. Souza (São Paulo) e William (Chelsea) estão jogando bem desde o ano passado e merecem a convocação. Apenas mudaria os nomes de Fernandinho (Manchester City), Luiz Gustavo (Wolfsburg) e Oscar (Chelsea), por achar que estão em um nível abaixo dos citados anteriormente.

Finalmente no ataque temos Neymar (Barcelona, Roberto Firmino (Hoffenheim) e Douglas Costa (Shaktar) convocados merecidamente por boa fase em seus clubes, o mesmo valendo para Robinho (Santos), que volta a ser convocado com méritos. Diego Tardelli (Shandong Luceng) chega por seu histórico e terá que mostrar que ainda merece fazer parte do grupo.

E vocês, o que acham da convocação? O que mudariam?

Corinthians sofre mas consegue importantíssima vitória pela Libertadores

Jogar sem torcida só é interessante para escutar as orientações dos técnicos e os jogadores conversando em campo, pois sem torcida o jogo perde em emoção.

O San Lorenzo começou melhor e encontrou espaços na defesa do Corinthians (sentindo falta de Felipe?), mas de perigo apenas um cabeceio que passou rente a trave de Cássio, em falha da marcação de Edu Dracena.

O Corinthians demorou a achar seu jogo, mas conseguiu melhorar sua situação a partir dos 30 minutos, com duas chegadas perigosas de Elias e Renato Augusto, obrigado o goleiro do time argentino a trabalhar.

No segundo tempo o jogo melhorou, ficando mais aberto e aos 10 minutos o San Lorenzo quase abriu o placar. Primeiro em uma bola que o atacante Matos perdeu (com a bola batendo na trave) e depois no escanteio a bola passando novamente rente a trave.

As entradas de Cristian e Petros deixaram o time sem atacantes em campo, mas com Elias livre e a aposta deu certo com mais um gol do jogador (em grande fase em 2015). Daí em diante o Corinthians se fechou buscando segurar o resultado (inclusive com entrada de Edílson no lugar de Jádson).

Aos 40 o último lance de perigo, com a primeira defesa (e que defesa) de Cássio, evitando o empate.

O Corinthians consegue a primeira vitória de um clube brasileiro na edição de 2015, mesmo com uma atuação abaixo das demais no ano.

Agora o time assume a liderança com 6 pontos em dois jogos e precisando apenas de 2 vitórias para se garantir com 12 pontos e conseguir avançar na competição.

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: