A final é logo ali

O time do Barcelona de Guayaquil chegou com méritos a semifinal da Libertadores deste ano, principalmente ao eliminar com propriedade os paulistas Palmeiras e Santos nas oitavas e quartas respectivamente. Mas é preciso lembrar que o time não fez grandes jogos como mandante em ambos os duelos e sofreu para garantir sua classificação fora de casa ( penalidades contra o alviverde e empate com gols fora contra o alvinegro).

Culpa da pressão por conta do peso que a Libertadores tem no Brasil. O Grêmio praticou um futebol que foi elogiado ao longo da temporada e foi para o primeiro jogo com vontade de jogar. Luan, que voltou à campo contra Corinthians e Palmeiras entrou ligado em campo e comandou uma importante vitória fora de casa para um time que se viu muito melhor que o adversário e não se acomodou com a vantagem no placar.

Muitos brasileiros teriam ficado satisfeitos com um placar de 1 x 0 fora de casa. Mas o time gaúcho sentiu que era possível ter uma vantagem ainda maior. O placar de 3 x 0 ficou até barato para o time equatoriano (que ainda esbarrou em uma grande atuação de Grohe no gol). Um resultado merecido, que evidencia a diferença técnica entre os times e que premiou de forma merecida uma postura ofensiva, mesmo fora de casa. Algo que falta nos clubes brasileiros (que se acovardam em jogos fora de casa contra adversários piores ao invés de procurar decidir a partida).

Futebol adora praticar surpresas, mas so uma catástrofe tira o Grêmio da final. Basta manter o foco , não entrar na pilha para não ter jogadores expulsos e preparar para novamente disputar uma final da competição Sul americana de forma merecida.

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: