Balanço e futurologia ao fim do 1° turno

O primeiro turno do campeonato “terminou” neste fim de semana (entre aspas já que temos rodada hoje e times com jogos pendentes) com torcedores na ponta da tabela sorrindo à toa e os demais ressabiados. Hoje temos o Palmeiras (sexto colocado) com 7 pontos de vantagem para Corinthians e Cruzeiro. A mesma diferença que os separa do Vitória (primeiro no Z4).

Com o fechamento da nossa janela de contratações do exterior, reforços agora só de quem não completou o limite de jogos na série A ou jogadores de divisões inferiores. Dificilmente alguém pode chegar para qualificar os times nacionais. O mesmo não ocorre para as saídas, onde temos até o dia 31 para contratações nas grandes ligas.

Um turno inteiro para ser disputado representa 57 pontos em jogo, mas salvo alguma queda ou melhora significativa , o fim do primeiro turno definiu quem vai lutar pelo título, pelos fatores de pontuação e elenco e um dos rebaixados. O Paraná terminou na lanterna, 5 pontos atrás do Vasco (com três jogos a menos) , primeiro fora do Z4. Se a pontuação faz com que o time não deva jogar a toalha, o elenco e desempenho me fazem acreditar que a série B será realidade do clube paranaense em 2019. Apenas 3 vitórias e 9 gols marcados é campanha de rebaixado.

Para os outros três rebaixados, acredito que em mais dez rodadas devemos ter uma ideia mais clara de quem vai lutar contra o Z4, pois a lista é muito extensa e com exceção dos que estão no G6 e o Cruzeiro, os demais devem sim se preocupar em garantir pelo menos os “mágicos” 45 pontos.

Tanto em quem deve pensar em fugir do rebaixamento como para quem ainda sonha com título, de forma que só acontece no Brasil, o sucesso em outras competições pode prejudicar o desempenho no Brasileiro. Flamengo , Corinthians, Palmeiras e Cruzeiro (vivos na Libertadores e Copa América), Grêmio e Santos (ainda na Libertadores) passam por isso. O time carioca é o mais preocupado com isso. A falta de priorização já fez o time perder a liderança do Brasileiro e pode custar caro.

Na contramão temos os casos de São Paulo, Internacional e Atlético-MG. Não apenas mantiveram seus principais jogadores como conseguiram reforços importantes e estão focados apenas no campeonato Brasileiro. O Galo subiu de produção nos últimos jogos, mas os outros dois times merecem os elogios e destaque. O Inter embalou e não por acaso terminou o turno na segunda posição, enquanto que o São Paulo fez sua melhor campanha na história dos pontos corridos, inclusive sabendo trabalhar para poupar o elenco.

Salvo algo muito fora da curva, os três citados devem se manter vivos na luta pelo título, com Flamengo e Cruzeiro correndo por fora. Grêmio e Palmeiras devem ficar atrás por conta do foco nas competições eliminatórias.

Deixe uma resposta

Copyright © All Rights Reserved · Green Hope Theme by Sivan & schiy · Proudly powered by WordPress

%d blogueiros gostam disto: